Seja mais produtivo e feliz com uma nova rotina de trabalho

17 de fevereiro de 2021 0 min

Veja como evitar que sua segunda-feira se transforme num dia de sofrimento e angústia  

Você é do tipo que passa mais tempo fazendo lista do que completando as tarefas? Ou nem faz lista e adia o quanto pode o que tem para fazer? Ou, ainda, não sossega enquanto não termina o que começou, mesmo que tenha que trocar as horas de lazer e de convívio familiar pelo trabalho? Seja qual for seu perfil, pense se sua rotina - ou falta de - estão lhe trazendo satisfação no trabalho ou aquela angústia sem fim que precede a segunda-feira.  

Trabalho é realização, e não castigo  

O trabalho precisa ser uma fonte de realização, de prazer e felicidade. Ou pode nos deixar doentes e revoltados com tudo, ansiosos apenas pelo fim de semana e pelas férias.  

Nem sempre conseguimos trabalhar com o que sonhamos. E muitas vezes nem sabemos exatamente definir o que seria nosso sonho profissional.   

Mas a verdade é que trabalhar não pode ser castigo. E nossa atitude diante do trabalho diz muito sobre nós e nossa maturidade.  

Procrastinar  , enrolar, adiar são atitudes que trazem muita ansiedade. Assim como a compulsão por fazer, por terminar, por encerrar. Buscar o equilíbrio é muito importante. E há várias estratégias que nos ajudam a alcançar uma rotina equilibrada e prazerosa.  

Começo de ano, ainda com os efeitos da pandemia da Covid-19  , é tempo de pensar sobre nossas rotinas.  

Seis passos para ser mais produtivo e feliz 

Tarefas concluídas  

Tem coisa melhor do que marcar “concluído” em uma tarefa. Em vez de encarar somente a tabela do “a fazer”, liste o que terminou ou entregou. Se você já sabe o que está pronto, fica mais fácil se organizar e partir para outra coisa sem ficar se perguntando por onde começar. Isso ajuda você a riscar itens e olhar para a tela do computador, agenda ou mesa de trabalho com mais calma. 

Hierarquize as as coisas a fazer por importância   

Classifique como “urgente” aquilo deve ser entregue rapidamente. E comece por aí. Tudo que tem um grande impacto em um projeto, mas não precisa ser finalizado dentro de um prazo, classifique como “importante”. E entre as tarefas que não se encaixam como urgentes ou importantes, considere que elas merecem “atenção”. Só dedique tempo às outras depois de ter terminado essa ordem de prioridades. Além de ser útil nas tarefas, essas dicas também valem para seus e-mails, textos a serem lidos e outras coisas que você precisar organizar. 

Tempo livre também é importante 

Trabalhar ou estudo o tempo todo, sem parar para o almoço ou para socializar, não é sinônimo de produtividade.  Você pode até terminar mais tarefas, mas a longo prazo o cansaço vai reduzir sua concentração. O tempo de descanso ajuda a mente a respirar, evita que você entre em um modo robótico, sem dar a devida atenção às tarefas e fazendo as coisas por fazer. 

Use fones de ouvido para motivar 

Experimente algumas playlists e veja se elas ajudam a se concentrar. Algumas pessoas funcionam bem nesse modo, que ajuda a criar um ambiente de tranquilidade.  

Seja positivo 

Não é papo de auto-ajuda. Pensar de forma positiva ajuda você a se concentrar, sim. Olhe para o trabalho como um desafio que vai ajudá-lo a crescer, a vencer barreiras e a realizar seus sonhos pessoais. As vitórias profissionais são um trampolim para a realização como ser humano, porque a auto-estima só cresce quando você comemora a superação. 

Recompensas e resultados 

Pense naquilo que virá como recompensa ao concluir cada tarefa: boas notas, tempo para se dedicar a outros projetos, para assistir a um filme ou, até, uma recompensa tangível, como adquirir um bem, fazer uma viagem, ir ao seu restaurante preferido, dar um presente para alguém...Além dos ganhos pessoais, imagine o que sua empresa e colegas vão ganhar também. É o famoso círculo virtuoso: se você ganhar, todos ganham; se todos ganharem, você se realiza. 





  

Compartilhe