Você tem o perfil de uma carreira acadêmica?

03 de setembro de 2020 0 min

O seu futuro profissional não precisa se resumir em ter um negócio próprio ou seguir carreira em cargos públicos ou grandes empresas. Vamos dar algumas dicas sobre a carreira de professor e pesquisador universitário  

A grande maioria dos alunos universitários se imaginam, após formados, trabalhando em uma grande empresa ou gerenciando o próprio negócio. Mas existe um outro caminho tão interessante quanto que também precisa ser considerado: o de professor e pesquisador universitário. 

Saiba que essa opção é válida para qualquer curso que você escolher, sendo que os primeiros passos para ingressar nessa área começam ainda na graduação, conforme falamos neste texto AQUI, sobre pesquisa científica. Neste guia vamos lhe explicar como seguir esta carreira.   

Como funciona a carreira acadêmica?  

Ela é direcionada para quem quer pesquisar e dar aulas em ambiente universitário. O interessante é que ela pode começar a ser construída já na graduação. Muitos estudantes descobrem o seu interesse nessa profissão ao participar de projetos de iniciação científica, atividades de monitoria ou projetos de extensão. 

Nessas experiências é possível ter contato com as principais funções do professor de faculdade: o ensino e a pesquisa. 

Com o diploma em mãos, o profissional, em vez de concorrer às vagas de empresas, se prepara para a pós-graduação stricto sensu, uma formação mais científica, em que o aluno vai se dedicar a pesquisar, de maneira bem aprofundada, um tema dentro de sua área de atuação.  

Mestrado 

O primeiro passo dessa trajetória é o mestrado, curso que tem duração média de 2 anos. Nessa etapa, é obrigatório fazer algumas aulas para atingir os créditos exigidos. Com a supervisão de um professor-orientador, o aluno passa a pesquisar um determinado segmento, a fim de fazer uma reflexão teórica. 

Ao final do curso, ele precisa apresentar uma dissertação, que será aprovada por uma banca examinadora. Nesse período, na maioria das vezes, a dedicação é integral e ele pode receber bolsa auxílio.   

Doutorado 

Com o mestrado, ele já consegue atuar como acadêmico. Mas, se quiser ir além e se destacar, pode ainda fazer o doutorado, que dura em média 4 anos. Nessa etapa, ele também tem a supervisão de um professor-orientador, precisa cumprir créditos de aulas, mas a pesquisa científica é ainda mais detalhada e aprofundada. 

Para obter o título, ele precisa elaborar uma tese de um tema científico inédito que deve ser aprovada por uma banca examinadora. Há a possibilidade de conseguir bolsa, e a dedicação é quase sempre integral nesse tipo de curso.  

Eu tenho perfil acadêmico? 

Para saber se você tem o perfil de professor do ensino superior, o interesse pelos estudos é fundamental. Sendo assim, é importante gostar de ler e escrever, pois, ao optar pela carreira docente, o profissional estará constantemente atualizando seus conhecimentos na sua área de atuação. 

É importante ainda ser organizado para lidar com os dados e prazos e ter um olhar analítico para realizar as pesquisas e interpretar os resultados. Portanto, trabalhar com foco, persistência e disciplina é essencial. A fluência em uma segunda língua também será um diferencial para estudar artigos científicos de outros países e para participar de congressos.  

Como é a rotina do acadêmico? 

As atribuições de quem segue a carreira acadêmica incluem:  

- dar aulas em faculdades e universidades; 

- orientar alunos de graduação e pós-graduação; 

- desenvolver pesquisas; 

- elaborar artigos científicos; 

- escrever capítulos de livros; 

- participar de congressos de sua área; 

- compor bancas de avaliação; 

- realizar funções administrativas e pedagógicas em seu departamento. 

A carreira acadêmica também oferece mais estabilidade, mesmo em meio às crises financeiras. O ensino superior é cada vez mais visto como um diferencial, assim, as pessoas investem em uma qualificação, fazendo com que o mercado de faculdades cresça e abra mais vagas para professores.  

Quais são os caminhos na carreira acadêmica? 

Você pode começar nessa carreira depois de terminar um curso de especialização, por exemplo, dando aulas em instituições técnicas. Contudo, em geral, as instituições de ensino superior exigem os diplomas de mestrado e doutorado para contratar professores.  

Depois de conhecer os detalhes da carreira acadêmica, você pode avaliar se tem interesse nesse caminho profissional. Sem dúvida, é uma profissão que oferece importantes vantagens, pois é possível conquistar bons cargos e salários, tanto no setor público como no privado.  

A importância de preencher o Currículo Lattes  

Currículo Lattes é um currículo elaborado nos padrões da Plataforma Lattes, gerida pelo CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). A Plataforma Lattes é resultado da experiência do CNPq na integração de bases de dados de Currículos, de grupos de pesquisa e de instituições em um único sistema de informação. O Currículo Lattes se tornou um padrão nacional no registro do percurso acadêmico de estudantes e pesquisadores do Brasil. 

Atualmente é adotado pela maioria das instituições de fomento, universidades e institutos de pesquisa do país. (Objetivos) Relata-se a participação no Projeto de atualização do Programa do Departamento de Administração da FEAAC, focando a importância do Currículo Lattes. 

Verifica-se os benefícios da Plataforma Lattes e a importância dos seus dados para o pesquisador, professor ou acadêmico, bem como para o Departamento. Dentre algumas importâncias se destacam: facilidade de preenchimento e consulta em qualquer lugar, através da internet; transparência profissional para a comunidade científica; uniformidade dos dados, e facilidade no preparo e envio do currículo. 

 


Aproveite nosso vestibular online e agende sua prova: Vestibular e Matrículas UniOpet   

Conheça nossos cursos e inscreva-se: Pós-Graduação UniOpet   


Por


Comentários