Você cultiva bem o seu Networking?

10 de julho de 2020 0 min

Não é porque o momento é de distanciamento social que você precisa se manter alheio ao mercado que escolheu. Veja algumas dicas para manter sua rede de contatos viva  

Que tal iniciar a construção do seu networking na faculdade? É preciso aprender desde cedo que os relacionamentos profissionais são fundamentais para o sucesso de qualquer carreira que você possa escolher. 

Quem tem isso em mente acaba saindo na frente. Se ainda não estiver convencido, vamos dar alguns motivos aqui pra que mude de ideia enquanto é tempo!   

De acordo com uma pesquisa realizada pela plataforma Linkedin (rede social voltada a negócios) apenas 20% das vagas disponíveis no mercado de trabalho brasileiro são preenchidas por candidatos que distribuíram seu currículo da forma mais tradicional. 

O que funciona melhor na hora de conseguir aquela colocação de emprego dos sonhos, na realidade, é conhecer as pessoas certas e, claro, ser a pessoa certa também. Mas como assim?  

O que é NETWORKING?   

Se formos traduzir de forma bem simplificada trata-se de uma rede de contatos dentro da profissão escolhida que permita que você desenvolva relacionamento profissional de forma sólida. 

Não é apenas uma maneira de ficar solicitando favores, tão pouco é aquela relação em que se precisa bajular para alcançar o que se quer. A base principal dessa rede precisa ser as afinidades por áreas de trabalho e, claro, na admiração do trabalho que se desempenha. 

É sempre uma via de mão dupla onde você pode ser referência em um certo tipo de função mas pode também indicar uma série de outros profissionais com os quais já teve a sorte de conviver. Melhor se pensar assim, certo?   

Mas não, a intenção não é desencorajar quem decide participar de uma processo seletivo sem ter sido indicado. Muito pelo contrário, apenas destaca pontos para que você aumente as suas chances conhecendo pessoas em diversas colocações na atividade que escolheu trilhar na sua carreira.   

Aumentando a rede na Universidade   

A área acadêmica não é só um dos locais mais fecundos para se relacionar profissionalmente, é também o primeiro local a que o estudante tem acesso antes de se formar e - enfim - seguir para o mundo profissional. 

A construção do networking precisa, sim, começar ali.   Ainda que você não tenha dado início aos estágios as oportunidades proporcionadas por meio de atividades acadêmicas são um excelente começo.  

Aquele colega de classe hoje, pode mais tarde ser um sócio, ou o seu chefe, quem sabe? Ou ainda pode ser aquele que vai te indicar a uma super vaga.  

Agora em tempos de distanciamento social mudou muito pouco com relação a essa interação entre alunos e professores aqui no UniOpet. Na modalidade presencial, por exemplo, durante as aulas no aplicativo Zoom a participação ativa dos alunos permite que as discussões que eram realizadas em sala de aula permaneçam exatamente iguais. 

As relações seguem intactas e diárias. Já no Ensino à Distância essa interação também acontece em momentos previstos no calendário, conforme plano de ensino de cada curso.    

Não sabe muito bem ainda como iniciar seu networking? Aqui vão umas dicas:   

1. Projetos de Extensão  

Uma boa forma de praticar o que aprende na sala de aula é participar de projetos de extensão, por exemplo. Antes de mais nada, você ganha contato com a prática e pode contar com a orientação de professores e alunos de semestres mais avançados. 

Muitos destes trabalhos podem ser interdisciplinares, o que aumenta as chances de conhecer pessoas com o mesmo interesse, ainda que com habilidades diferentes.   

2. Palestras  

Vá a quantas palestras for possível. Fique atento aos eventos que sua universidade disponibiliza. Claro, em época de pandemia de Covid-19 esses eventos são online.(*** A propósito, aqui no UniOpet estamos realizando periodicamente o UniOpet Live Now - SAIBA MAIS AQUI  !).

As palestras são formas de se manter atualizado sobre temas da sua área e, assim, ficar por dentro dos projetos de profissionais que já atuam na profissão escolhida. 

É um excelente momento para fazer perguntas,novamente, nesta época que atravessamos, perguntas on-line, claro. Além disso, geralmente os palestrantes oferecem contato para esclarecer dúvidas posteriores ao evento. Anote sempre estes contatos. 

3. Congressos 

Tão logo possam ser possíveis ser realizados novamente, participe de congressos. Por ter uma carga horária mais extensa, os congressos trazem a oportunidade de estreitar laços com mais pessoas e que vão te ajudar a construir o seu networking na faculdade. 

Portanto, aproveite momentos como o break, apresente-se e demonstre interesse em saber mais sobre a trajetória destes profissionais .  

4. Estágios 

Ou remunerado ou voluntário. Certamente, em qualquer uma dessas opções, estágios são fundamentais para começar a construir a sua experiência profissional e formar uma rede de relacionamentos.  

5. Projetos de Professores  

Muitos professores desenvolvem projetos e pesquisas, não só na instituição onde atuam, como também em parceria com outras universidades. Nesse sentido, dedique um tempo para conversar com seus mestres fora da sala de aula. 

Conheça as linhas que eles trabalham, a trajetória deles, e demonstre interesse para ajudar em propostas da sua área. 

Ainda que você não vislumbre um futuro acadêmico, muitos destes profissionais exercem atividades paralelas em empresas.  

6. Perfil no Linkedin 

O LinkedIn é a maior rede de relacionamentos voltada para o universo profissional. Com mais de 20 milhões de usuários apenas no Brasil, é possível fazer conexões com pessoas que já atuam na área desejada, buscar influenciadores, ficar atualizado sobre notícias relacionadas à carreira, além de participar de grupos de discussão por áreas de interesse. 

7. Lista  

Crie uma lista  – Podem entrar parentes, professores, pessoas que você conheceu em congressos e outros eventos, por exemplo. Se não conhecer muita gente dentro desta proposta, peça indicações. 

Faça contato e se apresente, dessa forma você cria proximidade , demonstrando interesse na trajetória desses profissionais.  Vale enviar e-mail ou uma mensagem via LinkedIn. 

Ainda que comum atualmente, tente não utilizar o WhatsApp em razão deste ser um recurso que talvez requeira certo grau de intimidade.  

8. Mantenha o contato  

O networking é algo que precisa permanecer vivo. Você tem que manter essa rede de relacionamentos ativa. Além de causar uma boa impressão, você não pode ser esquecido pelos seus contatos. Você deve fazer isto de forma constante, mas sem ser chato. 

Não apareça só quando precisa de um favorzinho.  



Aproveite nosso vestibular online e agende sua prova: Vestibular e Matrículas UniOpet   

Conheça nossos cursos e inscreva-se: Pós-Graduação UniOpet  

Compartilhe