Soft Skills: talentos muito além do conhecimento técnico

27 de julho de 2020 0 min

Conheça as habilidades emocionais, sociais e mentais  mais exigidas pelos recrutadores em 2020   

O Fórum Econômico Mundial pesquisa anualmente as habilidades necessárias para que os profissionais consigam boas vagas de emprego. Neste ano tão atípico que atravessamos e também  para o próximo ano, 2021, as competências emocionais, sociais e mentais estão sendo ainda mais requisitadas. 

As chamadas soft skills incluem: inteligência emocional, capacidade de se adaptar a diferentes culturas e colaboração entre colegas de trabalho entre outras que citaremos a seguir. 

Não basta ter conhecimento técnico, é necessário saber lidar com as diferentes pessoas que cruzam seu caminho, saber ser um motivador, um mentor. Há algum tempo era comum que os recrutadores se baseassem apenas nas habilidades conhecidas como hard skill. 

Porém, com o passar dos anos e com o desenvolvimento do mercado de trabalho as soft skills vêm ganhando mais relevância. Por natureza as hard skills são habilidades profissionais que podem ser mensuradas de alguma forma. 

Por conta disso, são facilmente identificáveis, seja pela apresentação de um diploma ou pela proficiência em uma língua estrangeira. São as habilidades que podem ser facilmente aprendidas por meio de cursos, treinamentos, workshops etc. 

De forma simples, podemos conceituá-las como as aptidões técnicas de um profissional. Ao contrário das hard skills, as soft skills são mais difíceis de quantificar e reconhecer: são vocações sociocomportamentais, ligadas diretamente às aptidões mentais de um candidato e à capacidade de lidar positivamente com fatores emocionais. 

O UniOpet está sempre atento às mudanças do mercado até mesmo para que possa orientar com excelência seus alunos e habilitá-los a desenvolver todas as suas aptidões. Com toda certeza esse é um importante diferencial da IES.  Na última campanha publicitária realizada pela instituição para promover o vestibular UniOpet, por exemplotratou sobre as qualidades que o profissional do futuro precisa ter para ser bem sucedidoAssista AQUI.   

Além do aprendizado técnico, confira as mais importantes soft skills para o ano de 2020:   

1. Resolução de problemas complexos  

Esta habilidade de resolução de problemas complexos é representada pela capacidade de percepção e criação de estratégias efetivas para resolver situações novas e mal definidas em cenários complexos do mundo real.  

2. Pensamento crítico 

Pensamento crítico é um julgamento propositado e reflexivo sobre o que acreditar ou o que fazer em resposta a uma observação, experiênciaexpressão verbal ou escritaou argumentos.  

3. Criatividade 

A criatividade, mais do que algo inatopode ser construída por meio de conhecimentos sobre determinado assuntoresiliência e até as próprias experiências profissionais. Esta talvez seja a “soft skill mais importantes para os momentos de crise vivenciados pelas empresas.  

4. Comunicação Eficaz 

A comunicação verdadeira e eficaz inclui a transmissão e a interpretação das ideias de uma forma que se consiga passar para outra pessoa exatamente o que se está querendo dizer. Quando isso ocorre, a pessoa se torna capaz de falar para os mais diversos públicos e, possivelmente, alcançar os objetivos que buscava com a comunicação  

5. Trabalho em equipe 

Para que as atividades sejam realizadas de forma correta, o trabalho em equipe é fundamental, principalmente no mundo corporativo

integração entre as áreas da empresa é importante para o bom funcionamento das atividades. As instituições têm cada vez mais pessoas trabalhando em grupos interdisciplinaresisso significa que você terá pessoas de diferentes valores e percepções  

6. Inteligência emocional 

Inteligência emocional é um conceito em Psicologia que descreve a capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com elesWikipédia  

7. Negociação 

Mais que simplesmente explicar a lógica e os benefícios de uma posição, mostrar aos outros que uma ideia faz sentido e fazer as pessoas enxergarem como uma decisão gerará um retorno desejado, é preciso ser convincente.  

8. Flexibilidade cognitiva 

Flexibilidade cognitiva é a capacidade que nós temos de “pensar fora da caixa”, pensar em diferentes estratégias para chegar a um mesmo objetivo.  

9. Ética no Trabalho 

Comprometimento com as regras da empresa e com um senso comum de respeito e moralidade no ambiente de trabalho. 

10. Atitude positiva 

Manter-se motivadootimista, focado nas possibilidades reais e mais nos acertos do que nos erros. Uma postura contagiante diante da equipe.  


Para desenvolver todas essas habilidades exigidas pelos recrutadores é preciso exercitar diariamente o autoconhecimento. Para tanto é recomendado envolver-se em trabalhos em grupovoluntariado, fazer psicoterapia ou análise, consumir conteúdo sobre estratégia em equipe (filmesséries, podcasts…), participar de grupos de discussão e buscar ser exposto a diversas formas de pensar e agir 

 

Compartilhe