Os primeiros passos para um novo negócio

26 de maio de 2021 0 min

Ideia própria ou franquia, um empreendimento demanda planejamento e o desenvolvimento de várias competências 

Empreender é o projeto de vida de muita gente. Com a chegada da pandemia, além da abertura de empresas por oportunidade, a recessão levou à abertura de negócios por necessidade. E os números comprovam. No Brasil, há cerca de 14 milhões de pessoas desempregadas. Por outro lado, no último ano, o país ultrapassou a marca de 10 milhões de microempreendedores cadastrados no MEI (Microempreendedor Individual). 

A primeira etapa para empreender é identificar a área de atuação, a natureza do negócio e planejar seu funcionamento. Definir estratégias, público-alvo, mercado e marca são apenas alguns dos passos. Antes disso, porém, avalie se você tem competências pessoais e profissionais para liderar, habilidade para motivar, firmeza para tomar decisões e capacidade de olhar para o futuro, antecipando-se a problemas e desafios.  

E saiba que todas essas competências socioemocionais podem ser aprendidas. Do mesmo modo como aprendemos uma profissão.  

Ideia própria ou franquia? 

Começar um negócio do zero é sempre uma possibilidade, principalmente se você tem alguma habilidade específica, como saber cozinhar, costurar, etc. Mas impõe desafios para os quais nem todo mundo se sente preparado, porque é preciso criar toda a infraestrutura para fazer uma empresa funcionar, desde a gestão de produção e vendas, até a modelagem de cobrança, faturamento e publicidade. Uma alternativa são os modelos de negócios prontos, as franquias. O franqueado já entra no mercado com o suporte da marca já conhecida e respeitada. Há oportunidades de baixo custo que podem dar bom resultado. 

Plano de negócios 

É o primeiro passo. Significa traçar um caminho a percorrer e objetivos a atingir. É interessante que seja feito com a consultoria de especialistas como o Sebrae, que acompanha empreendedores desde o começo do sonho, orientando e ajudando a corrigir rumos. Se optar por uma franquia, converse com o franqueador. Hoje em dia existem muitos modelos de negócios já consolidados que podem ser executados pela internet. 

Escolha o nome da empresa 

Muita gente acha que o nome da empresa não tem importância, mas na verdade, precisa ser parte da construção da marca. O nome representa o produto, então deve ter um diferencial. Além disso, vai ser “a cara” da empresa. Invista tempo e esforço nessa tarefa, consulte especialistas, submeta o nome aos conhecidos, testando sua aceitação e compreensão. 

Público-alvo 

Procure entender o público que necessita de seu produto ou serviço e quem se interessaria por comprá-lo. Qual a faixa de idade, qual a renda média, onde mora, hábitos de consumo são informações muito importantes.  

Marketing e posicionamento 

O marketing não serve apenas para divulgar o produto. Ele é quem prospecta e chama os clientes para conhecer a marca. Depois, é preciso fidelizar. Já o posicionamento de marca é uma estratégia técnica construída junto com o profissional de marketing com o objetivo de focar na percepção do cliente sobre a marca. 

Controle dos processos 

Avaliar desempenho de equipe, controlar gastos, gerir finanças são alguns dos processos do empreendedorismo. Existem softwares de gestão gratuitos ou de baixo custo na internet que facilitam muito essas atividades do dia a dia. 



 
 


 
 

Compartilhe