Nem todo mundo gosta, mas BBB também é marketing

07 de abril de 2021 0 min

Exposição em programa pode alavancar ou derrubar uma carreira de sucesso. E dele é possível tirar várias lições pessoais e profissionais  

Estar 24 horas sob os holofotes e julgamento do público é o que faz do Big Brother Brasil um sucesso.  

O programa bate recordes de audiência e caiu na boca do povo. Mas o que faz do BBB o mais puro ouro do marketing? Treta é a resposta.  

As brigas e discussões dentro do programa, que reúne anônimos e famosos, têm alavancado a carreira de participantes que o público nem sabia que existia. E afundado a carreira de muitos famosos.  

Anônimos versus famosos 

Desde o ano passado, a Globo mudou o elenco, misturando famosos (Camarote) e anônimos (Pipoca). Mas em 21 anos de programa, nunca uma edição causou tanta polêmica como a atual.  

Dentro e fora da casa.  

E nunca a política do “cancelamento “ fez tanto sentido. Famosos, como a cantora curitibana Karol Conká, ou o rapper Projota perderam milhões de seguidores ao longo da participação, batendo recordes de votação.  

Em contrapartida, anônimos como a advogada Juliette Freire conquistaram mais seguidores do que os dois artistas juntos.  

Marketing pessoal 

Mesmo que você não goste do reality show, considere algumas lições que pode tirar dele, principalmente se você está nas redes sociais a trabalho, divulgando seu próprio perfil ou uma marca de produto ou serviço. 

Mais do que entretenimento, o que o BBB pode ensinar sobre marketing pessoal? Desde a edição passada, o programa já vinha dando boas lições para quem produz conteúdo. Seja para a internet, ou para a vida mesmo.  

Então, vamos à Escolinha do BBB: 

Seja de verdade 

Não adianta fazer um discurso na internet e fora dela ter um comportamento pessoal ou profissional diferente. Vários famosos do BBB, como Karol Conká, Projota e Nego Di, por exemplo, que tinham uma imagem em público e no programa se mostraram diferentes, perderam trabalho e seguidores antes mesmo de serem eliminados.  

Em compensação, participantes, até então anônimos, têm batido recordes de engajamento nas redes sociais, conquistando milhões de seguidores. Por quê? Porque tem discurso e comportamento coerentes.  

Planejamento é tudo  

Na internet , antes de fazer uma postagem, faça um planejamento. Pode ser trimestral ou semestral. Defina com antecedência os assuntos e os produtos que deseja divulgar. Nunca esqueça de mesclar os conteúdos comerciais com o que gera valor de verdade para o público alvo. No BBB passado, a cantora e atriz Manu Gavassi planejou todos os conteúdos em suas redes sociais e foi uma das finalistas do programa.  

Credibilidade e confiança  

Cada vez mais as empresas estão contratando influenciadores para testar produtos e criar publiposts. Funciona assim: o blogueiro divulga um produto ou serviço. Os seguidores, que confiam nele, compram. Portanto, estar alinhado com o que irá divulgar é fundamental para passar credibilidade ao consumidor.  

Com açúcar, com afeto  

A chamada “economia da afetividade” funciona assim: primeiro ela cria vínculos com os clientes alinhando discursos e identidades, para depois promover o produto. Ouça e interaja com os seguidores. Esteja por dentro do que eles anseiam e desejam das marcas. E claro, também dê a sua opinião.  

Engajamento  

Para quem busca aumentar o engajamento nas redes sociais da sua marca, a dica é trabalhar com a expectativa dos consumidores. 

Para otimizar as vendas, use a imaginação e aproveite as datas comemorativas. Use e abuse dos stories das redes sociais. Sorteie cupons, faça ofertas.  

Não se mexe em time 

Se as estratégias do BBB 20 deram certo, a atual edição repetiu a dose. Então, não se mexe em time que está ganhando.  

As informações “antigas” podem ajudar a traçar expectativas e metas. Por exemplo , dê uma espiadinha nos números de acessos simultâneos, em diferentes épocas do ano. Também dá para ver a interação do público nas  redes sociais 

Desse modo , é possível identificar quais delas têm mais acesso, o que possibilita direcionar as publicações. 

Como alavancar sua rede 

Use e abuse de aplicativos como Reels e TikTok para os seguidores criarem conteúdos. Se alguém fez um elogio ou deixou uma sugestão, reposte. A opinião dos consumidores é importante, assim como interagir com eles. 

Crie grupos e fóruns da marca para os seguidores e ouça a opinião deles.  

Visibilidade das marcas  

Um programa com a audiência de um BBB também é uma grande vitrine de negócios. Neste ano as marcas Mc Donalds, C & A, Americanas, Amstel, Avon, Seara, Pantene, Above, P&G e PicPay patrocinam o programa. Cada uma pagou R$ 78 milhões por cota. A direção do programa afirma que tem uma lista de espera de 100 empresas querendo participar do programa.  



 
 


 

Compartilhe