Mercado aquecido: Biomedicina

28 de dezembro de 2021 0 min

Profissão é altamente valorizada no mercado, pois possui uma ampla gama de atuação


Em tempos de pandemia, a Biomedicina nunca foi tão valorizada. Afinal, o biomédico é o grande responsável pela identificação, classificação e estudo dos microrganismos causadores de enfermidades. No geral, a formação em Biomedicina capacita o estudante para entrar no mercado de trabalho e realizar suas funções com qualidade.O UniOpet oferece graduação na área.

Entre as várias atividades de um Biomédico, ele está capacitado a desenvolver medicamentos e produzir vacinas para combater doenças, como é o caso da Covid-19, por exemplo. Também faz exames e interpreta os resultados de análises clínicas, para diagnosticar doenças.

Mas o grande lance da Biomedicina é que ela integra conhecimentos sobre medicina e biologia para identificar as causas e os fatores por trás das patologias. Com isso, é possível desenvolver ou aperfeiçoar os diagnósticos e tratamentos, contribuindo para ajudar os pacientes.

Segundo o Conselho Federal de Biomedicina, o Biomédico “é o profissional responsável por realizar exames que possibilitem o diagnóstico por imagem, elucidar crimes por meio de análises de tecidos na Polícia Federal ou Civil, realizar exames de biologia molecular, pesquisar e desenvolver produtos obtidos por biotecnologias, fazer manipulação de microrganismos para que possam ser industrializados como medicamento e executar exames clínicos em laboratórios e hospitais para ajudar a identificação de agentes causadores de patologias humanas, entre outras funções”.

O trabalho do biomédico é fundamental, principalmente frente a epidemias e novas doenças, como as que estamos vivendo agora.

No entanto, a atuação ainda pode ser estendida a qualquer área que necessite de análises para auxiliar na tomada de decisões e determinar os melhores procedimentos a serem adotados. 

Confira!

Como é a profissão de Biomedicina?

Uma das vantagens de atuar na Biomedicina é o leque de novas possibilidades que se abrem para a área da saúde, principalmente em pesquisas. Imagine poder contribuir diretamente com o avanço da ciência!

Apesar de ser mais comum encontrar oportunidades em laboratórios, o biomédico pode optar por se dedicar a outras funções e locais de trabalho, como clínicas de reprodução humana, análises ambientais, farmacologia e toxicologia.

Qual é a diferença entre Biomedicina e Medicina?

Muita gente confunde a atuação entre as duas profissões. A diferença entre Medicina e Biomedicina é que enquanto na primeira o profissional é especializado em diagnosticar e prevenir doenças, realizar procedimentos cirúrgicos e tratamentos de saúde, entre outras atividades, na Biomedicina, normalmente, o profissional não tem essa relação de proximidade direta com o paciente, a não ser em alguns casos.

Embora sejam profissões diferentes, vale ressaltar que o trabalho em conjunto entre médicos e biomédicos é fundamental para os avanços na área da saúde.

Como se tornar biomédico?

Para se tornar biomédico, é necessário cursar a graduação em Biomedicina.

Durante a formação, o estudante tem bastante contato com a área a partir de experiências práticas em laboratórios.

Também é preciso, além de assistir às aulas, realizar o estágio.

Aí sim, após a conclusão da graduação, o profissional se torna apto a ingressar no mercado de trabalho.

Depois disso, se quiser, pode ainda realizar formações especializadas, como pós-graduação e mestrado, por exemplo.

Quais são os objetivos do curso?

O curso tem o propósito de formar profissionais aptos a realizar pesquisas científicas, atuar na tomada de decisões e em análises clínicas a fim de apoiar a área médica no tratamento de pacientes.

Qual é o tempo de duração?

A formação em Biomedicina é um bacharelado e tem duração média de quatro anos.

Principais áreas de atuação

Confira as áreas de atuação de um Biomédico, de acordo com o Conselho Federal de Biomedicina:

 - Análises clínicas: realização de análises clínicas, emissão de laudos e gestão de procedimentos

- Análises ambientais: realização de análises voltadas ao saneamento do meio ambiente

- Indústrias: elaboração de soros e reagentes para indústrias da área

- Análises bromatológicas: análises relacionadas à contaminação de alimentos

- Biologia molecular: coleta e análise de materiais, com emissão de laudo

- Genética: pesquisas relativas à genética; o biomédico fica responsável pela coleta de materiais e pode atuar em conjunto com outros profissionais ou diretamente com o paciente

- Reprodução humana: análise e manipulação de materiais relacionados à reprodução humana

- Citologia oncótica: tem responsabilidade técnica sobre análises de materiais associados ao colo do útero

- Banco de sangue: o biomédico pode ser encarregado por toda a manipulação de materiais coletados; no entanto, a coleta de sangue será sempre de incumbência do médico

- Imagenologia: ampla oportunidade de atuação, desde realização de pesquisas relacionadas à área de exames de imagem, até a operação de equipamentos; a emissão de laudos é de responsabilidade dos médicos.

Mercado de trabalho

A área da saúde vive em constante evolução, com a necessidade cada vez maior de pesquisas científicas e avanços tecnológicos.

Por isso, é comum encontrar biomédicos atuando em hospitais, clínicas e laboratórios.

No entanto, outras áreas também têm demonstrado interesse nos profissionais desse setor, como a indústria farmacêutica, a saúde pública e a biomedicina estética.

Mitos e verdades sobre a profissão

 • O trabalho do biomédico influencia as decisões de um médico

Verdade. As pesquisas e descobertas feitas pelo biomédico podem direcionar procedimentos médicos.

• Por ser um curso da área de saúde, Biomedicina não terá cálculos

Mito. O aluno de Biomedicina terá alguns cálculos durante o curso, porém, menos complexos do que em qualquer matéria de exatas.

• O curso de Biomedicina conta com muitas aulas práticas

Verdade. As aulas práticas são uma parte importante da formação em Biomedicina. Como o aluno está se preparando para atuar, principalmente, com pesquisas e materiais biológicos, ele terá contato com análises laboratoriais do primeiro semestre até o último.

• Biomedicina é mais fácil que Medicina

Mito. Se você está pensando em cursar Biomedicina acreditando que seja mais fácil do que medicina, pode ser surpreendido.

A formação, assim como qualquer outra graduação, é bem complexa, principalmente em relação às pesquisas e análises que envolvem a área.


Saiba mais sobre o curso do UniOpet

O curso de Biomedicina do Uniopet nasce com o DNA do grupo concebido para formar os profissionais mais desejados pelo mercado de trabalho, preparados para atuar na nova economia e enfrentar os desafios da sociedade do conhecimento.

O curso forma profissionais com conhecimento e capacidade de integrar o mercado de trabalho com grandes diferenciais. O curso tem formação de Bacharelado é presencial, tem duração de quatro anos e acontece na unidade Rebouças, em Curitiba. 

A Biomedicina é uma das áreas mais aquecidas da chamada Indústria da Saúde. Com a explosão de acesso a medicina de ponta novas demandas por diagnósticos tornam o campo do biomédico um dos que mais contrata atualmente. 

As mais novas descobertas e práticas irão compor o currículo do curso e os alunos terão à sua disposição recursos para transformarem-se em profissionais de ponta.

Áreas até então distintas como a genética e reprodução humana, indústria e perícia criminal passam a ser temas emergentes dessa profissão que permite um amplo leque para o exercício profissional das clínicas aos laboratórios; de hospitais à análise ambiental.

A graduação integra a Escola de Saúde e Bem-Estar do UniOpet, juntamente com os já tradicionais cursos de Estética e Cosmética e Gastronomia do Centro Universitário e os cursos de Educação Física, Nutrição e Fisioterapia, além do curso de Odontologia, que será implantado em breve.

O Uniopet coloca o processo de aprendizagem e a experiência acadêmica dos estudantes no centro de suas políticas. Dessa forma a prática é uma constante em todo o curso, amparada por aulas teóricas ministradas por professores reconhecidos pelo mercado. Os profissionais sairão da faculdade mais humanizados e preparados para o mercado de trabalho. Tenha mais informações sobre o curso, como disciplinas, custo e duração, aqui.