Direito: o campeão de matrículas em todo o país

16 de fevereiro de 2022 0 min

Saiba por que o mercado demanda tantos profissionais


Segundo pesquisa realizada pelo portal Guia do Estudante, existem cerca de 280 opções de cursos superiores no Brasil. No entanto, apenas dez deles concentram 51% das matrículas da graduação! E o curso de Direito ocupa o pódio, com mais de 860 mil matrículas em todo o país, de acordo com a pesquisa.

A preferência pela profissão está relacionada com a demanda do mercado, ou seja, a grande necessidade por esse profissional. 

O Direito conta com uma área de atuação bastante ampla, o que costuma ser um atrativo diante da flexibilidade que proporciona. Porém, é importante entender quais são os benefícios ofertados e como funciona o curso para definir se essa é realmente a melhor opção para o seu caso.

Mesmo compreendendo como funciona o curso, muitas pessoas se perguntam por que fazer Direito. A realidade é que essa graduação oferece oportunidades profissionais e pessoais importantes mesmo para quem não deseja atuar na área. 

A seguir, elencamos cinco motivos para se graduar naquela que é uma das profissões com mais campo de atuação e mais respeitadas do país. 

Confira!

Como é o curso de Direito?Antes de optar por fazer Direito, é importante compreender como é o curso. Ele é composto por disciplinas teóricas e práticas que abordam sociologia, filosofia, normas legais e estágios obrigatórios, entre outros, para que o estudante tenha contato com os principais pontos necessários para o desenvolvimento de uma carreira jurídica de sucesso.A faculdade de Direito é do tipo bacharelado e dura em média 5 anos.

Veja algumas disciplinas presentes na grade curricular:

- Economia;
- Ciência Política e Teoria Geral do Estado;
- Psicologia Forense;
- Teoria Geral do Processo;
- Direito Material e Processual (Civil, Penal, Trabalhista, Tributário etc.);
- Prática Jurídica.

A duração é de 5 anos (10 semestres) e o estudante recebe o título de bacharel em Direito em sua formatura. Quem deseja advogar precisa prestar o exame da OAB e conseguir a aprovação.

Motivos para cursar Direito

  • Diversas opções de carreira

A primeira vantagem do curso de Direito é a diversidade de carreiras que a área proporciona. Apesar de a advocacia ser a mais comum quando se fala sobre o curso, ele também abre portas para concursos públicos, como:

- Promotor de Justiça;
- Juiz de Direito;
- Defensor Público;
- Delegado da Polícia Civil ou Federal;
- Analista nos Tribunais;
- Procurador em órgãos públicos.

  • Bônus

Além dos motivos citados acima, também existem oportunidades de emprego em tabelionatos, empresas e outras carreiras importantes, tanto de forma autônoma quanto por meio de concurso ou contrato de trabalho pelo regime da CLT. 

Quem gosta de ensinar também pode investir na carreira acadêmica, lecionando em universidades e investindo em pós-graduação, mestrado e doutorado.

Quem se gradua em Direito também pode concorrer a diversos cargos públicos, trabalhar como advogado ou consultor para empresas ou mesmo abrir o próprio escritório de advocacia.

  •  Ampliar horizontes

Grande parte dos cursos contam com matérias relacionadas à legislação. Isso acontece porque seguir as leis é essencial para a regularidade da atuação em qualquer profissão. Por isso, o Direito garante conhecimentos usados em áreas que vão além das carreiras já citadas.

Quem deseja administrar uma empresa, por exemplo, terá conhecimentos importantes sobre Direito Trabalhista, Tributário, Societário e do Consumidor, que trarão impactos à gestão. Porém, isso se aplica a outras profissões e cursos, como Odontologia, Medicina, Ciências Contábeis, Publicidade e Propaganda, Engenharias etc.

Assim, o curso de Direito pode ser feito por quem deseja atuar em uma sociedade em que esses conhecimentos se tornam úteis ou, até mesmo, por aqueles que já têm uma profissão e querem ampliar os seus aprendizados.

  • Conhecer os seus direitos

Conhecimento nunca é demais e, infelizmente, quando não sabemos quais são os nossos direitos, podemos sofrer alguns prejuízos. Entender o que diz a lei e quais são as garantias previstas ajuda a lidar com os problemas possíveis de surgir no dia a dia.

Em um emprego, conhecer todos os seus direitos é importante para não ser passado para trás. Conhecer as normas sobre os tributos ajuda a evitar erros que podem fazer com que você caia na malha fina e tenha prejuízos financeiros, por exemplo. O conhecimento também contribui em outras situações, como:

  • negociação de imóveis;
  • inventário e partilha de bens;
  • problemas na compra de produtos ou serviços;
  • leitura e interpretação de contratos.

  • Entender melhor a sociedade

As discussões sobre política e leis são comuns na sociedade. Contudo, muitas vezes, as pessoas não têm conhecimento sobre os motivos para determinadas regras existirem ou as limitações previstas que impedem a implementação de algumas medidas.

Ao fazer Direito, você entenderá a estrutura do Estado, das normas do país e os impactos dos movimentos sociais nas leis, para compreender por que elas surgiram e qual a sua importância.

  • Vários ramos de atuação

Mesmo dentro de uma carreira, o Direito oferece diferentes ramos de atuação. Um advogado pode desempenhar um papel fundamental na área trabalhista, previdenciária, criminal, além de várias outras opções. O trabalho de juízes e promotores, por exemplo, envolve diferentes ramos, dependendo das características da comarca.

Isso é importante porque, muitas vezes, existem determinadas áreas que não atraem os estudantes. No entanto, com um bom planejamento de carreira, você pode focar a atuação nos assuntos com que tem maior afinidade ou dos quais gosta mais.

  • Mercado de trabalho

Uma preocupação comum ao decidir qual curso fazer é entender como está o mercado de trabalho. Apesar de o curso de Direito formar diversos profissionais todos os anos, com tantas opções de carreiras e as situações que exigem a intervenção de um advogado, sempre há demanda para os especialistas da área.

Assim, mesmo com as variações naturais em todas as profissões, o profissional formado em Direito se depara com diversas oportunidades de trabalho, o que proporciona grandes chances de desenvolver uma carreira de sucesso.

  • Perfil do estudante 

Não existe um perfil ideal para o estudante de Direito, já que o curso oferece áreas bastante diferentes para a atuação. Porém, algumas habilidades se tornam importantes para um melhor desempenho na graduação e no desenvolvimento da carreira. São elas:

- gostar de ler;
- ter uma boa escrita;
- desenvolver a capacidade argumentativa;
- trabalhar a inteligência emocional;
- comunicar-se de forma certeira;
ter o poder de convencimento e persuasão;
- saber lidar com conflitos.

O mais importante é que você pode desenvolvê-las no decorrer do curso. Então, o perfil do estudante de Direito não deve ser considerado isoladamente na hora de definir a área: o ideal é que você tenha afinidade com o que será abordado no curso e as oportunidades de atuação.

  • Estágio e TCC

Além de cursar todas as disciplinas obrigatórias da grade, o estudante precisa cumprir uma carga horária de estágio supervisionado, algumas atividades complementares e elaborar um trabalho de conclusão de curso (TCC) para se formar.

Direito UniOpet

O UniOpet oferece graduação e pós-graduação em Direito, com aulas presenciais. Segundo pesquisa realizada pela instituição de ensino,79% dos alunos que fizeram o curso  recomendam essa formação na instituição.

O curso é classificado como formador de integrantes da Carreira de Estado, pois é a graduação essencial, e única necessária como requisito, para os que pretendem integrar como magistrados em um dos Poderes estruturais do Estado Brasileiro: o Poder Judiciário.

Para saber mais sobre o curso oferecido pelo UniOpet, assim como se inscrever para o vestibular, acesse aqui. Entre os cursos mais procurados, a instituição oferece, além de Direito, formação em Administração, Engenharia de Produção e Psicologia.