10 dicas ( + super dica bônus) pra arrasar no Linkedin

06 de outubro de 2020 0 min

Você vai aprender como dar um up no seu perifl dessa plataforma e também a como usar tudo que ele tem a oferecer na busca pela visibilidade profissional  

Fique atento: O Linkedin é a plataforma de rede social mais importante se seu objetivo for visibilidade profissional. Está presente em mais de 200 países e já tem bem mais de 600 milhões de usuários cadastrados. E, veja bem, se você ainda acha que o site é apenas uma ferramenta para divulgar seu currículo online, você está muito enganado. 

Através de um uso mais efetivo, você pode ter ali uma plataforma de networking, conteúdo e negócios. É ali que estão concentrados gestores e empresários, recrutadores, aspirantes a uma carreira de sucesso, pesquisadores de mercado. Então, vamos ao que interessa. Como faço para que o meu uso desta rede seja mais eficiente possível para meus objetivos? 

Qual imagem quero transmitir ali e como posso manter contato com colegas de trabalho, profissionais, empresários de destaque sem ser invasivo e com a abordagem correta? Vamos te ajudar. 

Confira as 10 dicas - e mais uma dica bônus incrível - para que você consiga o que procura:   

I. Vamos começar com a foto?  

Muitas vezes a intenção das pessoas nas redes sociais é apenas ler o conteúdo de terceiro, estar presente sem se expor muito. No entanto, no caso do Linkedin, perfis com foto geralmente apresentam o dobro de engajamento na hora que o recrutador for realizar uma busca. Procure uma foto que retrate exatamente quem você é profissionalmente, ou ainda, quem deseja ser. 

Sua área é um trabalho mais formal? O melhor é uma foto com roupa mais sóbria, não precisando ser antiquada ou muito social, apenas algo que não chame demasiada atenção. Agora, se sua área de atuação não exige formalidade e você não quer reinventar a roda, apenas uma foto sua de qualidade atenderá bem sua necessidade. 

Evite fundos muito confusos, priorizando sempre um local claro. E olha essa facilidade o app Snappr pode te ajudar a avaliar se sua foto transmite a mensagem que você quer.   

II. Preenchendo bem seu perfil 

Aqui é preciso ter uma atenção redobrada: no Linkedin o perfil é de extrema importância. Mantenha todos os seus dados profissionais preenchidos e atuaizados. Isso possibilita que os algoritmos de busca trabalhem direitinho. Esteja atento a todos os detalhes como e-mail, telefone, data de nascimento, descrição dos cargos e foto de perfil.    

III. Lidera um time? Mantenha-os engajados  

Divulgue seus cases de trabalho em equipe, demonstre em postagens e textos o sucesso de alguma ação que realizou com seu time. Fotos também são bem vindas. Isso denota que você sabe liderar e manter as pessoas motivadas.   

IV. Descrevendo sua personalidade  

Existe uma parte do seu perfil que requere uma descrição sua. Muitas pessoas usam esse espaço para falar sobre os objetivos profissionais. Mas não é bem isso : assim como em outras redes sociais, seu perfil é único, independente e deve incluir habilidades e competências exclusivas que o definam como ser humano. 

É isso que deve ser explorado aqui. Ali é importante deixar bem claro quem é você e como o mundo o vê! Se é uma pessoa descontraída ou mais séria, escreva quais são seus hobbies, se gosta de realizar atividades físicas, se é engajado em causas sociais.  

V. Conte sua história profissional   

Sua experiência detalhada deve ser guardada para um futuro entrevistador, caso surja a oportunidade, e não para toda a sua rede de conexões. Atenha-se a acrescentar informações relevantes, como cargos de supervisão, por exemplo.  

VI. Escreva bastante  

É aqui que mora o melhor do Linkedin! É o momento onde você pode brilhar. Seja para consumir conteúdo ou para produzir, nenhuma outra mídia social é tão democrática quanto o LinkedIn. Na ferramenta, qualquer usuário pode criar artigos ou posts de publicação redirecionáveis. 

Se você gosta de escrever, tente produzir pelo menos um artigo ao mês. Se quiser levar isso mais a sério ainda, produza pelo menos um por semana.   

VII. Você já interagiu hoje?  

O algoritimo do Linkedin funciona diferente das outras plataformas de redes sociais no que diz respeito às suas interações. O seu engajamento pode alterar como você é rankeado em relação a outros posts. Explicando: é comum uma publicação com alta interação aparecer no feed das pessoas mais de uma vez. 

Isso acontece porque toda vez que uma conexão sua curte uma postagem de outra pessoa, ela é direcionada para o seu feed. Ou seja, se você quer levar essa plataforma a sério e investir seu tempo nela, é aconselhável postar pelo menos três vezes por semana algum tipo de notícia interessante e monitorar a interação das uma postagem para saber o melhor horário para fazer a publicação. 

Aqui pode tornar-se um pouquinho difícil, já que cada perfil deve observar e encontrar seus próprios padrões. 

VIII. Faça sua rede  

Esta oportunidade é única e deve ser aproveitada. Nenhuma outra mídia social consegue dizer tanto profissionalmente sobre a pessoa com a qual você deseja se conectar. Boa parte dos usuários erram ao pensar que enviar mensagens desenfreadamente é uma forma de vender mais ou de se conectar, esse é o famoso “tiro no pé” pois tem pouca efetividade e ainda gera uma impressão ruim.  

Vá com calma, tente sempre contato através de pessoas que você conhece, para que seja apresentado e só então inicie um contato.  Além disso, há grupos de pessoas interessadas em assuntos em comum e até mesmo comunidades de empresas, o que é uma grande oportunidade de networking. 

Se bem utilizada, a ferramenta é uma ótima mediadora do networking digital.  

IX. Não saia adicionando recrutadores  

Não é aconselhável adicionar desmedidamente gerentes de RH ou headhunters e pensar que o problema está resolvido. A melhor forma de encontrar emprego por meio da rede social é buscar vagas que estão abertas, por meio da opção “Vagas”. A partir daí se candidate às vagas que deseja e inicie a interação. 

O próprio Linkedin, com base no seu perfil, faz um match da sua posição com a vaga desejada. Por isso, é importante preencher corretamente todas as informações do perfil.  

X. Lives  

Esse recurso não está disponível pra todo mundo ainda mas já é uma função maravilhosa para engajar a sua audiência e se posicionar de maneira diferenciada na rede social. Por ser uma opção limitada, fique atento aos profissionais e empresas que fazem transmissões ao vivo porque o conteúdo é de altíssimo nível e uma oportunidade única de interagir com grandes nomes e influenciadores.  

XI. DICA BÔNUS: se você pode assine recursos adicionais  

O Linkedin é gratuito mas hoje também disponibiliza alguns recursos extras. Mas cuidado, apenas opte pela opção paga se você realmente quiser explorar tudo que ele tem a oferecer e se destacar no mercado profissional em um nível acima que apenas para conseguir um bom emprego. 

Se seu objetivo for buscar um trabalho, por exemplo, grande parte dos algoritmos levam em conta as informações que constam no seu perfil, o que descarta a necessidade de pagar pela ferramenta.  

 





Por


Comentários