10 dicas de como manter a criatividade sempre viva

19 de novembro de 2020 0 min

De forma bem prática e fácil você poderá alimentar suas inspirações para criar projetos, apresentações e trabalhos cada vez melhores  

Tem dias que a gente precisa iniciar um texto, criar uma apresentação impactante ou realizar um grande projeto só que nenhuma ideia realmente boa vem à mente. Não tem sensação pior que sentar a frente do computador e ter essa sensação. Quando falta a criatividade e as inspirações não vêm é importante respirar fundo, manter a calma e seguir algumas dicas bem simples para retomar o processo criativo.   

Ouça música  

Música é sempre um bom pontapé inicial. Crie uma playlist que você gosta muito e escute para relaxar, para criar, para fazer uma caminhada. Ouvir uma boa música pode ser a chave para ter uma boa ideia. Procure, pelo menos algumas vezes, fazer disso um exercício mental: preste atenção em cada acorde, em cada batida, na harmonia dos instrumentos ou nas técnicas vocais do cantor. 

Analise a letra, as rimas, o sentido (muitas vezes subjetivo) de uma determinada frase. Às vezes, aquela música que você já ouviu centenas de vezes assume um outro significado quando analisada mais de perto.  

Observe 

Ser um bom observador está intimamente ligado ao dom da criatividade. Se você não tem o hábito de observar tudo o que o rodeia, faça isso como exercício. Observe os detalhes das construções, dos símbolos nas placas de trânsito, as características das pessoas em sua volta. Quando estiver conversando com alguém, observe seu modo de falar, sua linguagem, sua postura. 

É bem provável que um insight criativo aconteça no meio de alguma observação bastante aleatória   

Analise  

Um ótimo exercício quando vamos ao shopping ou ao supermercado: quando se deparar com uma vitrine ou uma embalagem de algum produto, analise suas características. Não tenha medo de colocar seu senso crítico para funcionar. Depois, pense no que faria de diferente para mudar aquilo que analisou, seja para dar um aspecto mais interessante, para “despoluir” o visual, ou mesmo para chamar mais atenção do público-alvo.  

Assista filmes e séries  

Não apenas assista, mas perceba os detalhes envolvidos em cada peça. A iluminação, a fotografia, a trilha sonora, os efeitos especiais. Tudo é válido para despertar a criatividade. 

Durma bem 

Para alguns profissionais, dormir mais de seis horas é luxo. Mas lembre-se que uma mente criativa precisa descansar. Por mais que o trabalho esteja acumulado, evite criar o hábito de passar noites em claro. Até mesmo carros de Fórmula 1 precisam parar no Pit Stop durante a corrida. Portanto, não force a barra.  

Leia e escreva muito  

Quando lemos (principalmente histórias envolventes) nosso cérebro cria os cenários, as falas, as situações. Isso, por si só, já é o mais puro grau da criatividade. Tenha o alvo de ler pelo menos um livro por mês. Se não costuma escrever, tente fazer isso. Iniciar um diário, um livro de crônicas ou de poemas pode ser um ótimo exercício para sair da zona de conforto e criar. 

Deixe sempre um caderninho à mão para anotar ideias que aparecem nas horas de ócio!   

Aproveite o ócio  

Ninguém é ativo todo o tempo. Existe aquele momento em que seu único desejo é… fazer nada! Quando isso acontecer, saiba tirar proveito dessa situação. Navegar aleatoriamente na internet pode te fazer descobrir algum site útil. Rabiscar em uma folha de papel enquanto ouve sua banda preferida pode servir pra organizar suas ideias. 

Bater papo com um amigo pode despertar uma ideia fantástica nessas situações.  

Organize suas coisas  

Organize a mesa de trabalho de uma forma em que não perca tempo procurando coisas importantes. Tenha sempre em vista folhas de rascunho e um lápis ou caneta.  

Desafie-se  

É muito fácil “estacionar” em sentido profissional, principalmente quando se trabalha sozinho. Por isso, faça desafios a si mesmo, regularmente. Por exemplo: se você é um ilustrador, mas não sabe nada de edição de vídeo, desafie-se a criar um vídeo estilo “speed art” de algum trabalho seu. Isso o estimulará a aprender novas habilidades, que poderão ser úteis futuramente.  

Tenha paixão pelo que faz  

Sim, pode parecer repetitivo, mas é essencial: se você não é apaixonado pelo seu trabalho, está desperdiçando boa parte da sua vida. Trabalhar com criatividade é algo que pode ser extremamente recompensador. Ver um projeto que surgiu em sua mente ganhar forma e ser finalizado é um privilégios que poucos tem. 


 
 


Por


Comentários